sexta-feira, 5 de abril de 2013

Dia 18 - Está sobrando tempo e com isso ando meio perdida

Bem, o tempo está passando e confesso que me sinto meio perdida. O tempo está sobrando, aquele que eu usava andando e olhando vitrines em busca de novidades!
Sei que isso é bom, porque agora posso aplicar este tempo em outras coisas, produtivas e que me trarão crescimento.

Percebi que a minha necessidade de estar bem vestida e na moda, vinha também do ambiente de trabalho. Há muitas mulheres e a preocupação com a aparência é algo bem presente e forte. Eu me deixava levar por tudo isso. Creio que acontece uma certa competição e também é uma forma de demonstrar poder.

Porém, de tempos em tempos, ficava em crise me perguntando se aquilo era realmente necessário e se tinha realmente valor. Olhava para tudo aquilo e definitivamente achava que tinha empregado dinheiro, tempo e energia em algo ilusório e passageiro.
Daí, eu fazia uma limpeza geral no closet, doava coisas que não usava e vendia peças que tinham um valor maior.

A dois anos atrás, eu me propus a ficar um ano sem compras. Porém não consegui, fiquei 90 dias e me rendi ao consumismo novamente. Super frustração!

Agora, essa ideia veio bem forte, quero cumprir a meta. Poupar para viagem, melhorar o hábito de consumo e meu auto-controle. Percebo que é um plano ambicioso, está sendo bem difícil, porque é uma forma de viver que tenho levado a muitos anos, estou avançando dia após dia. E quero realmente chegar lá.

Tenho lido bastante e me deparei com algumas ideias bem interessantes. A que tem realmente me atraído bastante é o Minimalismo. A ideia de encontrar o que é essencial para minha vida. Viver com menos, usufruindo da melhor maneira do que já tenho.

Estou num processo de destralhar, ou seja, de me desfazer daquilo que não preciso mais, não só do ponto de vista material mas também mental e emocional. É um exercício desafiador e que estou começando...


2 comentários:

  1. No começo é assim mesmo... a gente se sente estranha... já estou no segundo ano sem consumo de supérfluos e desnecessários... acredite, você consegue!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada querida pela força! Realmente hoje muita coisa não faz sentido para mim e eu estou em busca de um novo sentido para minha vida! :)

    ResponderExcluir

Você tem fome de quê?

Tempos atrás eu fiz uma reflexão bem interesse sobre a possível causa do consumo por impulso e sem motivo. Da reflexão nasceu o texto   O ac...