quinta-feira, 25 de abril de 2013

Dia 38 - A Força de vontade vem de dentro

Força de vontade para seguir em frente, me parece algo que vem de dentro, uma espécie de motivação interna. Querer muito fazer algo e ou conquistar algo.

Esta força sempre esteve presente dentro de mim, na infância e adolescência, eu a usava para estudar. Eu queria ser alguém na vida, pensava que o estudo me levaria longe, queria me formar, conseguir um bom emprego e ter uma vida confortável. Tudo isso era reforçado e apoiado pela minha mãe, avó, avô e tios. Como pessoa humilde, meu avó dizia para eu aproveitar bem os estudos, que minha mãe fazia questão de pagar. Ele dizia que era o que ela podia me oferecer e que poderia mudar o meu futuro.

Lembrava desse conselho sempre. Usei a disciplina nos estudos todos os dias, eu ia à escola de manhã e estudava todas as tardes, focada. Não deixava acumular matérias, estava sempre em dia com as tarefas, gostava de tirar as melhores notas e ser a primeira aluna de classe. E fui por muitos anos.

Eu estudava inglês e dançava ballet, também. Que também me trazia muita disciplina e me ensinava também sobre dedicação e foco.

Eu era muito séria e madura para minha idade. Eu ia para casa das minhas amigas e dos primos, porque sou filha única e não tinha outra criança em casa para brincar. Eu gostava de fugir sem minha tia ver, eu ia para rua e para praça correr com as crianças, só vivia com as pernas roxas e os joelhos machucados.

Sim, na adolescência segui focada, confesso que um pouco revoltada com a vida e as questões de família, como a ausência do meu pai, que só vim conhecer quando já era adulta. Normal, era uma adolescente e acho que questionamentos fazem parte desta fase da vida. Não me deixei abalar e seguir em frente.

Casei cedo, tive filhos cedo, me formei, consegui o emprego bom e uma boa vida! Fazendo uma retrospectiva, penso que força de vontade e disciplina podem mudar uma vida!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Alimente seus propósitos pessoais com pequenas mudanças em sua vida

Como falei um pouco no post  vamos-desenferrujar-e-colocar-vida.minimalista em movimento  venho sentindo que é momento de reavivar o minima...