quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Dia 212 - A disciplina para escrever todos os dias para o blog

Quando criei o blog, eu também criei o compromisso de escrever.Poderia ser diferente, escrevendo quando possível,  porém eu preferi me desafiar a escrever todos os dias.

Manter um compromisso comigo mesma é um desafio pessoal. Preciso de motivação para dar prosseguimento aos meus projetos. Várias vezes, eu comecei a realizar atividades e desisti no meio do caminho.

Eu gosto de escrever e tem sido muito bom. Para mim, o blog é o meu caderninho de anotações, onde registro o que se passa pela minha cabeça neste instante de mudanças.

Tenho prestado atenção na escrita, cuido para evitar erros de grafia, de acentuação e concordância. Eu me preocupo se estou sendo clara ao passar uma mensagem. Aos poucos estou modificando os textos e muitas vezes, me pego relendo os posts e editando para corrigir erros.

Estou tomando gosto pela escrita novamente e estou feliz por isso. Fico feliz também porque tenho acompanhado as visualizações das postagens, os comentários e sei que há algumas pessoas lendo meus textos. Obrigada!

textos blog
© Micha Fleuren | Dreamstime Stock Photos

4 comentários:

  1. Quando eu era criança e também na adolescência escrevia muito, escrevia crônicas, escrevia histórias interpretando os acontecimentos familiares. Deixei meus escritos para que meu pai guardasse e se perderam. Somente retomei a escrita com o blog, claro que não é uma perfeição, mas é um ótimo exercício e para mim também funciona como um diário. Às vezes releio os posts antigos e fico impressionada como as intenções se realizam. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além do blog, uso vários caderninhos para escrever o que dê vontade. Inclusive mantenho um na bolsa. Faz um bem danado! É... reler depois de um tempo também é bacana! Dá para ver o que mudou neste tempo. beijos

      Excluir
  2. Claro que sim! Eu só não venho todos os dias porque tem dias que mal venho à internet por ter várias outras prioridades indispensáveis fora do mundo virtual, mas sem falta ao fim de semana cá estou eu muito curiosa! =)
    Quanto aos desafios pessoais, cada vez mais me convenço que o ato de desistir a meio tem apenas dois motivos: ou a atividade não era motivadora o suficiente ou aconteceu numa fase em que teria outras prioridades indispensáveis, as quais não posso alterar (como doença, trabalho profissional extra, etc). O mais importante é escrever sempre que sentir vontade e se sentir feliz nesses momentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, eu trabalho no computador o dia todo. Então costumo separar um tempo para ler e escrever. Estou me disciplinando para cumprir um tempo específico.
      Não tinha pensado nas duas possibilidades que você colocou. É verdade, faz sentido! Obrigada!

      Excluir

Você tem fome de quê?

Tempos atrás eu fiz uma reflexão bem interesse sobre a possível causa do consumo por impulso e sem motivo. Da reflexão nasceu o texto   O ac...