quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Dia 239 e 240 - Cheguei à conclusão que eu estava andando meio desleixada

Sério, é verdade!

Nesses últimos três meses, eu andava com a cabeça em outros assuntos e fui deixando minha aparência de lado.

Não... não tem nada haver com o fato de não está comprando roupas. Acho que tem haver com aquela vontade de levantar de manhã e se preparar para um novo dia!

Me parece que essa vontade e disposição vem de dentro. Aquele algo que vem quando você abre a janela de manhã e diz assim: "Nossa como o dia está gostoso hoje!"

Nem vou falar sobre as preferências quanto ao clima, ou seja, se está sol, chuva, calor ou frio. Porque aqui em Curitiba, nós temos um pouco disso tudo durante todo o ano. E verdade seja dita, eu prefiro dias de Sol. Ultimamente temos tidos vários dias azuis!

E o que a aparência física tem haver com isso? Acho que tudo. Se eu estou bem, eu levanto disposta e logo quero vestir algo bonito para o meu dia de trabalho. Se eu não estou bem, parece que qualquer coisa serve.

Acho que não é novidade que eu seja uma pessoa emocional. Logo, eu lido com a minha aparência também de forma emocional e ela reflete meu estado de espírito. Ficaria mais fácil se eu usasse uniforme para trabalhar!

Agora ando querendo me arrumar, acho que é um bom sinal. Sinal que estou saindo do "casulo".

Inclusive, neste último final de semana, eu estive em Florianópolis e tive a oportunidade de sair e dá uma olhada nas roupas por lá. Vi roupas lindas, coloridas e com aquela cara boa de praia. Completamente diferente das roupas que costumo usar aqui em Curitiba.

Bem, fiz progresso na busca por peças de roupas novas. Trouxe de Floripa 5 peças bacanas. Eu escolhi conforme a lista e dentro de um preço razoável. Agora só falta 01 peça. Fiquei feliz porque fiz aquisições conscientes e não me sinto culpada por isso. Busquei inspiração nos blogs de moda, no que gosto e uso. Segue uma ilustração do que eu comprei.

cuidado pessoal guarda-roupa de verão

2 comentários:

  1. Andreia, boa tarde :)

    Adorei esse post, eu sei como é se sentir assim. Trabalho na Avenida Paulista aqui em São Paulo. Para todo lugar que você olha você vê pessoas com roupas de marcas, salto alto, óculos das marcas mais conhecidas.

    As vezes me sinto um pouco "desalinhada", estou tentando mudar isso. Esses dias eu notei que maioria das roupas que tenho são para sair e não para trabalhar. Preciso olhar meu guarda-roupa, ver o que tenho e separar as peças entre trabalho e casa.
    Quem sabe não me dá uma disposição a mais? Rsrsrs.

    Beijos.
    As vezes me sinto meio mal por

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliane, então, eu acho que temos coisas bacanas em casa sim, basta dá uma olhada, e separar as peças. Há muitos blogs de moda por aí, dá para ter ideias e procurar aplicar com o que temos. De todo modo, acho que é bacana começar a ver o que acontece dentro da gente sabe? beijos

      Excluir

Lidando com sentimentos de perda

Tenho lidado com sentimentos intensos e profundos, ultimamente. Uma sensação de perda enorme. De que está faltando uma pessoa muito importan...