domingo, 12 de janeiro de 2014

Dia 298 e 299 - Uma possível solução para cumprir seus compromissos

Foram dois dias simples e diferentes ao mesmo tempo.

Não programei o que iria fazer no final de semana. Apenas sabia que iria ao Bazar de Trocas organizado pela Marina no sábado pela manhã. Adianto que foi bem agradável e proveitoso. Ela mesma dedicará um post a este assunto em breve. 

Levantei cedo no sábado, fiz minha rotina diária em casa. Separei alguns itens para levar ao Bazar de Trocas, me arrumei e fui, sempre atenta ao relógio. Fiquei pensando e me parece que percebi um novo desafio: cumprir compromissos e cumpri-los no horário.

Sabe aquela pessoa que chega correndo esbaforida aos compromissos? Que tenta tirar a diferença de horário no trânsito? Sou eu. Hoje, posso dizer que já não chego tão esbaforida assim, é verdade. 

E porque essa dificuldade em cumprir horários? Descobri várias coisas sobre isso e vou compartilhar um pouco aqui. 

Já vou logo dizendo, eu não gosto de chegar atrasada e não gosto de deixar as pessoas esperando. Isso me incomoda. Acho desagradável e fico realmente constrangida quando isso acontece. E porque muitas vezes isso acontecia? Ou ainda acontece, mesmo em menor proporção?

Tirando realmente situações de força maior, como um defeito no carro ou uma situação de saúde. E acho que isso pode acontecer e certamente será compreendido pela outra parte.

Descobri que fico nervosa antes de compromissos, como reuniões, entrevistas, encontros, festas, e até consulta médica. Lugares que preciso chegar sozinha, ou até mesmo acompanhada, me apresentar e dizer o que vim fazer. 

Daí, o que eu fazia? Eu ficava adiando e adiando, procrastinando a ida ao lugar ou o enfrentamento da situação. Uma consequência, eu chegava atrasada. Isso já aconteceu com você?

Agora que percebi esse padrão, me parece óbvio. Acho que há insegurança, timidez e mais um monte de coisas que ainda vou descobri a respeito de mim mesma. E entender. Ou não. :)  E também outras questões externas.

Já que me incomoda e atrapalha o andar da minha vida, como posso aprimorar? 

Entendo que compromissos fazem parte da vida e preciso administrá-los de alguma forma. Veja bem, eu preciso administrar aquilo que assumi, não é? Então, é bom analisar o que vou assumir antes? Óbvio também, agora.

Eu divido os compromissos em necessários/prioritários e opcionais. É só uma forma de organização para que eu saiba onde me focar.

Dentro dos necessários/prioritários, estão as prioridades pessoais e que fazem parte daquilo que considero essencial e também onde estão os meu objetivos para 2014, por exemplo.

Os opcionais, são coisas bacanas que vou encontrando ao longo do dia-a-dia e que participo na medida do meu interesse e das possibilidades.

De alguma maneira, isso faz com que eu cumpra meus compromissos. Pois, sei onde me focar. 

Quanto a chegar nos compromissos no horário marcado, no meu caso, eu preciso cuidar dos preparativos para chegar ao lugar no horário combinado. Eu demoro para me arrumar. E somado a isso, se o lugar for novo, eu costumo me perder no caminho. Então sair de casa com antecedência é uma boa para mim! :)

Finalizando, eu assisti parte do filme Procurando Nemo no domingo, eu adoro filmes infantis. Eu me identifico com a personagem Dory, uma peixinha simpática e com um sério problema de perda de memória recente. Ela ajuda o pai do Nemo, o Merlin a procurá-lo. Então, imagina a aventura. Ainda bem que no final, tudo dá certo!

Uma ótima semana para você!

como cumprir os horários de seus compromissos
imagem da internet - Dory e Merlin em Procurando o Nemo

2 comentários:

  1. Olá Andreia! Adorei o blog e me identifiquei com o seu comportamento, também costumava chegar esbaforida nos compromissos e isso é bem desagradável, além de pouco educado. Tenho tentado melhorar nesse e em vários aspectos que envolvem o trato com pessoas, estou determinada a ser uma pessoa melhor em 2014. Gostei muito de te conhecer pessoalmente. Grande beijo e fique com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rossana! Muito obrigada! Sigo no caminho procurando me conhecer cada vez mais e com isso ir melhorando aqui e ali. Gostei de te conhecer e adorei o livro do Dalai Lama. Beijos e fique com Deus também.

      Excluir

Você tem fome de quê?

Tempos atrás eu fiz uma reflexão bem interesse sobre a possível causa do consumo por impulso e sem motivo. Da reflexão nasceu o texto   O ac...