sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Dia 339 - Os caminhos da felicidade

Descobri que a felicidade pode ser encontrada por meio da simplicidade. Percebi que momentos felizes podem ser experimentados quando se desenvolve alguma atividade, em momentos vividos com pessoas e em instantes sozinhos. São momentos que passam, e que por isso é bom não se apegar a eles. Talvez, procurar extrair deles o que de fato fez com que você se sentisse feliz, pode ser um caminho.

Quando eu danço, eu me sinto livre, minha mente para de tagarelar e eu me sinto em paz. Quem sabe essa seja a felicidade para mim? Quando convivo com pessoas que amo, eu me sinto amada, em segurança e gosto de demonstrar meu afeto. Quem sabe essa seja a felicidade para mim? Quando estou comigo mesma, descanso, penso, me realinho e oro. Quem sabe essa também seja a felicidade para mim? E porque não abrir espaço para viver mais momentos assim, não é?

Muitos dizem que a felicidade mora dentro e não fora. Acredito nisso. E a cada dia percebo que essa felicidade que vai brotando de dentro é diferente mesmo. Ela simplesmente é e faz com o mundo seja visto de outra maneira. É algo sútil. É preciso está atento para percebê-la. E mais, penso que ela pode ser alcançada ou redescoberta com dedicação a si, autoconhecimento e práticas espirituais.

No final de 2013, conheci o Budismo de Nitiren Daishonin. Sou iniciante no tema e na prática. A prática básica é a recitação do mantra NAM-MYOHO-RENGUE-KYO que é realizada diariamente. Tenho praticado, tenho percebido mudanças em mim e também tenho encontrado respostas para questões existenciais. Como tem feito muito bem, gostaria de compartilhar essa felicidade com outras pessoas.

Do sofrimento à felicidade:
"A causa fundamental desse impasse é que o foco das pessoas está totalmente direcionado para o mundo material e externo, deixando de voltar a atenção para sua vida interior". Trecho do texto A Sabedoria Budista para vencer os sofrimentos da vida, site BS Portal
Crédito da imagem BS Portal

Um comentário:

  1. Que bacana, Andreia. É tão bom quando descobrimos que a felicidade está tão mais próxima do que imaginamos! Que continuemos em busca do que nos faz feliz!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Alimente seus propósitos pessoais com pequenas mudanças em sua vida

Como falei um pouco no post  vamos-desenferrujar-e-colocar-vida.minimalista em movimento  venho sentindo que é momento de reavivar o minima...