terça-feira, 9 de setembro de 2014

A satisfação com a própria aparência

Então, como comentei Aqui , percebi que roupas, calçados, cosméticos e salão de beleza pesavam bastante no meu orçamento mensal. Como se tratava de consumo pessoal, achei interessante iniciar por este item a mudança da minha vida consumista para uma nova vida minimalista.

Ontem andei olhando umas fotos que tenho guardada no HD externo e encontrei várias fotos da época em que criei um blog onde publicava meus looks diários. O blog surgiu a fim de incentivar a criatividade no uso das peças que eu tinha no meu guarda roupa. Foi uma primeira tentativa de parar com a compras, no entanto, durou aproximadamente três meses. Depois desisti. 

Observei bem as fotos e não gostei do que eu vi. Era uma miscelânea de roupas, muitas peças do tipo modinha, de baixa qualidade e que não ficavam bem em mim. Ás vezes, meio adolescente, assim as roupas não refletiam a idade que tenho e nem quem sou de verdade. Percebi que toda aquela confusão na verdade queria dizer que eu não estava satisfeita com a minha aparência.

Quando eu tinha muita roupa era difícil de escolher. Eu ficava confusa. Não tinha um estilo definido. Eu usava de tudo um pouco. Às vezes dava certo e outras vezes, não. 

Olha só o que eu fazia! Às vezes, eu inventava a semana da saia. Depois a semana dos vestidos ou a semana da calça jeans. Preciso ser sincera. Essas brincadeiras resultavam em looks estranhos! :)

Bem, eis que eu resolvi dá um limpa no guarda roupa. Foi muito bom, as coisas começaram a mudar (ainda bem!). Eu fiquei um bom tempo me perguntando o que eu realmente gostava de vestir, como eu me sentia bem até encontrar meu estilo próprio. 

O estilo próprio tem haver com gosto pessoal e com as atividades do cotidiano. Não vale se preocupar com o que os outros vão pensar. Não vale querer agradar os outros. Não vale querer usar todo tipo de modinha! Porque nem sempre o que está na moda tem haver com o seu estilo e com seu corpo! O importante é se sentir bem e adequada às situações. 

Com um guarda-roupa enxuto, hoje estou satisfeita com a minha aparência. E a aparência não é a coisa mais importante da minha vida. Na verdade, acho que ela reflete o quanto estamos bem consigo mesmas.

imagem da internet

2 comentários:

  1. Que bom, Andreia! Todos os dias eu tenho estado mais satisfeita com a pessoa que me tornei! Não gasto muito com salão, mas faço massagem toda semana e as unhas de 15 em 15 ( ainda assim só os pés). Com as roupas eu to me desapegando cada vez mais. Quero deixar só o que eu vou usar MESMO e o que tem a ver com quem eu sou hoje!

    ResponderExcluir
  2. adorei esse post e a ideia do blogue. estou bem precisada de um período chamado 'nada de compras', vou ver o que aprendo por aqui! lá em casa, muita coisa tem sido doada e jogada fora, que não agregavam de verdade ao meu armário!

    ResponderExcluir

Se mantenha no fluxo e tudo será como é

Há algum tempo, ando lidando com situações imprevisíveis, não tenho garantias de resultados positivos e preciso lidar com  os riscos e as su...