segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A importância de realizar pausas

Desde que criei este blog, esta é a primeira vez que fico tanto tempo sem escrever por aqui. Como gosto de registrar as minhas primeiras vezes ao fazer algo. Registro esta situação.

Estive muito envolvida com o meu trabalho nesses últimos três meses. Inclusive escrevi sobre isso AQUI . Eu fui salva pelas férias agendadas no ano passado, as quais desfrutei nas duas últimas semanas.

Crédito da imagem: wallpaperwide



Pensei muito durante o meu período de descanso, e concluí que realizar pausas nas atividades do cotidiano é muito importante. Considero imprescindível para o bem estar.

Eu estive num estado de stress e ansiedade preocupante, gerado pela pressão no trabalho. Eu me senti realmente no meu limite, bem próximo de uma crise séria. 

Entendo que cada pessoa possui o seu próprio limite emocional, mental e físico, segundo o qual ela consegue suportar e administrar o stress das várias situações do cotidiano. Percebi que é importante reconhecer esse limite. E a partir disso, avaliar se é momento de avançar ou de realizar uma pausa para, quem sabe no futuro, voltar a avançar no alcance de seus objetivos.

Fiz duas semanas de pausa. Nos primeiros dias, eu ainda estava acelerada, estressada, sem paciência e irritada. Não conseguia relaxar e nem dormir. Estava fazendo exercícios no automático. Estava me alimentando mais ou menos. Sim, verdade!! Lembra?? A vida não é cor-de-rosa! Eu sou humana e me vejo em situações delicadas. Todos esses sintomas surgem quando qualquer pessoa está estressada! E muitas vezes, a pessoa nem se dá conta disso!

Depois de uns cinco dias, comecei a relaxar e aí sim, comecei a sentir meu corpo e minha mente descansando e se restaurando. 


Feliz por estar de volta! :)


Moral da história meus amigos:

- Faça pausas na sua vida, assim, terá saúde e viverá com mais qualidade.

- Faça uma auto análise, reconheça e entenda os seus limites mentais, emocionais e físicos, assim você ganha em auto conhecimento e saúde.

- Estabeleça quanto de si você vai doar ao seu trabalho, pois ele te dá o sustento, no entanto, nunca deve ser escravidão.


Grata pela leitura!

Abraços, Andreia Rodrigues

Um comentário:

  1. Andreia, que bom que está de volta e descansada. Realmente tem alguns momentos em que nos deixamos levar, parece que está tudo no piloto automático. Mas que bom que essa pausa deu para recarregar as energias!

    Beijo!

    ResponderExcluir

Fazendo bom uso da tecnologia disponível, fugindo do sonho virtual

A tecnologia é algo que parece fazer parte da vida da maioria das pessoas. É comum o uso de computadores, tablets e smartphones nas ativid...