sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Como estou usando o meu tempo

O tempo é algo precioso. Com muitas responsabilidades, é importante saber como utilizar o tempo bem e a seu favor.

Moro numa cidade grande e meu trabalho toma boa parte do meu dia. No que me resta dele, preciso dormir, comer, me exercitar, estar com a família e descansar. Quanto aos amigos, abro espaço, eventualmente, no final de semana! #tempoprecioso





Meu trabalho é intelectual, ao longo do dia, costumo fazer pausas para descansar e arrejar a mente. Esse tempo uso para beber água, ir ao banheiro, fazer um lanche, ler ou escrever sobre algum assunto diferente, além de conversar com meus colegas.

Cheguei no ponto que eu gostaria de chamar a atenção. Ao entrar na pausa, preciso ficar atenta para terminar o intervalo e retornar ao trabalho. Pois, eu corro o risco de me distrair e ficar muito tempo por lá . :)  Sabe como é, leitura na internet e smartphone disponível, um clique puxa outro, que puxa outro e assim o tempo passa rapidinho.

Acontece de eu ficar um tempo a mais no meu recreio. E isso me faz pensar como estou usando o meu tempo. Será que estou focando em atividades que me ajudam a realizar o meu propósito de vida?

Ficar no whats app, no facebook, no instagram ou checando e-mail são atividades que tomam muito do nosso tempo. E talvez, esse tempo possa ser otimizado e utilizado em algo produtivo e que enriqueça o intelecto de outra forma. Percebo que é preciso limitar conscientemente o tempo de uso dessas ferramentas. Quando eu penso a respeito e tomo consciência do uso do meu tempo, eu tenho a liberdade para escolher como usá-lo.

E aí, como você está usando o seu tempo?

3 comentários:

  1. As distrações digitais são poderosíssimas, é bem verdade. De clique em clique, lá vamos nós, esquecendo-nos do mundo não virtual ao nosso redor.
    Eu agora optei por usar o telemóvel para atividades enriquecedoras: aprender uma outra língua, estudar no Coursera, ou ouvir podcasts de meditação guiada e mindfulness.
    E só ligo o móvel à internet quando é mesmo necessário. Assim, habituei-me a olhar para ele só quando realmente preciso e não a toda a hora.
    Ajuda ter um modelo já um pouco antigote, que não tem capacidade para milhentas aplicações e fica lento se tiver muita coisa a funcionar em simultâneo... Ah!
    Tudo de bom.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá Andreia realmente estamos vivendo em épocas difíceis.
    Mas da-se um jeito; palavras de reflexões as suas.
    Bem oportuna com a reflexão que fiz lá no post da casa sobre o tempo.
    Prazer em conhecer o blog.
    janicce.

    ResponderExcluir
  3. Sabe quando as palavras caem como uma luva?
    Aconteceu agora comigo.

    ResponderExcluir

Lidando com sentimentos de perda

Tenho lidado com sentimentos intensos e profundos, ultimamente. Uma sensação de perda enorme. De que está faltando uma pessoa muito importan...