segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Lidando com pessoas desagradáveis

Cada vez que eu examino meus pensamentos, entendo como é importante me livrar das supostas certezas e deixar o espaço livre para novas possibilidades.




Sabe aquela pessoa difícil que você conhece? Pode ser um amigo ou familiar, e que a possibilidade de reencontrá-lo gera tensão? Então, são situações que acontecem, e agora nas festas de final de ano, ás vezes, não é possível evitar o contato.

De certo modo, ao pensar nesse tipo de pessoa e nas situações desagradáveis que, por acaso, já tenham ocorrido no passado, é natural ter um conceito ou pré conceito formado sobre ela. Parece que há um receio de que ocorra algo de errado no novo encontro, entende?

Esses dias eu me aprofundei no tema e percebi que há outras atitudes que podem ser tomadas nesse tipo de situação, afim de evitar a tensão.

Primeiro, procure se livrar dos pré conceitos e das certezas que você tem a respeito da pessoa. Se você vai ao encontro ou festa pensando que a pessoa chata estará lá e que vai dar problema. As chances de que isso aconteça são grandes. Não é mesmo?

Sendo assim, deixe os pré conceitos e as certezas sobre essa pessoa em casa. Deixe a tensão, também. Vá tranquilo. E se a pessoa for inconveniente com você ou outra pessoa, todos estarão vendo o comportamento dela, e sinceramente, na verdade, o problema é bem dela e não seu!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você tem fome de quê?

Tempos atrás eu fiz uma reflexão bem interesse sobre a possível causa do consumo por impulso e sem motivo. Da reflexão nasceu o texto   O ac...