segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A dinâmica da vida e o que isso significa

Nesses últimos tempos, tenho vivido, claramente, a impermanência da vida. A cada dia percebo que a vida é dinâmica e flui por caminhos que não conheço. Muitas vezes, não entendo a lógica e não sei por quanto tempo esse estado de coisas vai durar.






Para mim, é intrigante constatar que eu não estou no controle e, que nesse momento, há outras forças atuando e impactando o curso da minha vida. Parece óbvio, né? A questão é que, normalmente, eu tenho agido como se eu estivesse no controle. Reluto em soltá-lo ou em entregá-lo para outra pessoa. Faço planos, controlo horários e coleciono preferências. Até que um dia, algo muito sério, inesperado e grande aconteceu, e me dei conta que não mando em nada!

O fato de que estou sujeita a receber uma surpresa, a qualquer momento, que pode mudar minha vida, me assusta. Embora, eu sinta que estar suscetível a mudanças e acontecimentos inesperados é condição humana. E que se adaptar às mudanças é positivo, acrescenta algo novo e amplia os horizontes. 

Sinceramente, eu não gosto dessa imprevisibilidade. Quando eu recebi a notícia da doença da minha mãe, eu entrei em parafuso. Eu me perguntei, o que isso significa? Como serão os próximos 3 ou 6 meses? Será que ela vai estar viva? Senão, como será minha vida a partir daí?

São tantas perguntas sem respostas... Sabe aquele tipo de coisa que você precisa viver e sentir na pele para saber como é? Então é isso! 

2 comentários:

  1. Primeiramente, força sempre. É muito difícil passar por isso. Mas todos vamos passar pela mesma situação. Também não gosto de imprevisibilidades mas vejo que às vezes elas vem pra nos fazer crescer, repensar a vida como um todo, organizar as coisas aos poucos.

    ResponderExcluir

Alimente seus propósitos pessoais com pequenas mudanças em sua vida

Como falei um pouco no post  vamos-desenferrujar-e-colocar-vida.minimalista em movimento  venho sentindo que é momento de reavivar o minima...